A gente não sabe elogiar as pessoas

A gente não sabe elogiar as pessoas.

Sabe quando recebemos mais elogios?
No dia do próprio velório.
E o dia que mais nos mandam flores?
Isso mesmo! No dia que estamos no caixão,
E não temos mais como recebê-las,
Nem de se alegrar com elas.

Eu acredito até que tem gente,
Que se num caixão pudesse ouvir
As coisas boas que estão dizendo
A respeito delas no seu velório.
Ela levantaria do caixão e
Voltaria pra vida na mesma hora.

Acredito que, no mundo dos vivos,
Muitos que saíram de perto da gente
Não teriam saído se tivessem ouvido
Coisas boas a respeito delas,
Se tivessem sido elogiadas.

Admiração silenciosa de nada serve.
De que adianta admirar e calar?
De que adianta gostar de algo
Que alguém fez e nunca contar pra ela.

Por que nunca falamos coisas boas?
A gente divulga tragédias,
Mas nunca fala das conquistas.
A gente repassa fofoca
E esconde triunfo.

Nós espalhamos boatos,
E nunca falamos dos bons fatos.
Então agora vá pra mesa e elogia
O pai, a mãe, a avó ou a tia.
Se a pessoa é bonita conta logo pra ela,
Quem sabe você para de segurar vela!
Teu funcionário é competente?
Leva esse elogio pro presidente.
Se é bom o café que puseram na mesa,
Agradeça logo a gentileza.
Se num amigo você encontra lealdade,
Elogia e cuida dessa amizade.
Se ao ouvir isso tudo,
Você lembrou de um amigo
Que merece ser elogiado!
Neste texto ele precisa ser destacado!

Thiago Rodrigo no Youtube

No Comments Yet.

Leave a comment